sexta-feira, 1 de agosto de 2014

JOVEM PRATICA O SUICIDIO EM INDEPENDÊNCIA

Nessa quinta-feira, 31, por volta das 09h40min, na cidade de Independência­, mais precisamente na
Rua da Barragem, no 131, bairro Cohab, foi vitima de suicídio por enforcamento, o adolescente ANTONIO ALISSON DE LIMA,18 anos,brasileiro, agricultor, amasiado, nascido em Independência­, filho José Airton da Silva e Antonio Saraiva de Lima,residente no local do fato.Segundo informações repassadas por famíliares o mesmo já havia tentado o suicído outras vezes.Ele foi encontrado  enfocado por seu irmão e sua esposa, no quarto de sua residência.Antes de cometer o suicído a vítima deixou uma carta e um e­mail endereçado a sua esposa, possivelmente
explicando o motivo de ter cometido o suicídio. A ocorrência foi atendida pela  composição da CP­7211 composição da VTR 7221.O corpo da vítima foi  conduzido para o hospital local e em seguida encaminhado para o IML.

Também nessa quinta-feira,31, por volta de 17h40min, foram vítimas de acidente de trânsito (colisão de motos) na Localidade de Sitio do Buriti ­ Serra da Matriz, Ipueiras,FRANCISCO VENICIO DE PAIVA OLIVEIRA,18 anos, solteiro, desocupado,residente Zona Rural da Serra da Matriz, Ipueiras­, tendo este sido encaminhado para a Santa Casa de Sobral em estado grave. A outra vítima ERIVAN VIEIRA DA SILVA, casado, agricultor, com idade aproximada de 38 anos, natural de Ipueiras, residente na Localidade de Buriti, Serra da Matriz, Ipueiras, em decorrência do acidente veio a óbito ainda no local. A composição CB M. SILVA, CB Neres, SD Salgueiro e SD Pimentel, ao serem acionados via Copom 190, deslocaram-­se ao local do acidente, constatando a veracidade dos fatos, onde logo acionaram a ambulância, onde a primeira vítima mencionada acima foi socorrida e posteriormente levada para a Santa Casa de Misericórdia em Sobral ­,para a realização de exames e procedimentos cabíveis e a segunda tendo tido o corpo levado pelo rabecão para a cidade de Sobral. A composição informou ainda que as motocicletas não foram localizadas.As testemunhas do acidente não souberam informar quem as recolheu antes da chegada dos mesmos.

Informações:07º BPM

MAIS UM MOTIM NA CADEIA PÚBLICA DE TAUÁ


Foto:FTA

Mais um principio de rebelião foi registrado na tarde/noite dessa quinta-feira,31,na cadeia pública de Tauá.Desde o inicio da semana que foi grande a movimentação em torno do presidio,chamando à atenção da população.Tudo começou na segunda-feira,quando o detento Antonio Francisco Valério,conhecido como Tonhão,foi agredido por outros presidiários.Ele está preso na lei Maria da Penha,mas os companheiros de cela foram informados que seria por estupro,o que motivou as agressões.Algumas providências foram tomadas pelo agente prisional de plantão,como punição para os presos,gerando o primeiro motim,ocorrido na terça-feira.Naquela oportunidade,colchões foram queimados,outros objetos danificados e foi preciso a intervenção da Policia Militar,Pró-Cidadania e Agentes,para que a situação fosse contornada.Os presos apresentaram uma série de reivindicações que foram encaminhadas para a justiça.

A situação parecia normal até que na quarta-feira,mais um preso foi agrededido.Francisco das Chagas Teixeira,que era responsável pra fazer a comida do presidio,foi espancado por outros detentos.O motivo seria a péssima qualidade da alimentação servida.Por conta disso,nessa quinta-feira,31,foi realizada uma vistoria na cadeia pública,com a presença do Cotar,Comando Tático Rural,Pró-Cidadania e FTA,Força Tática de Apoio.Nas celas foram encontrados vários objetos,como aparelhos celulares,armas artesanais,droga e até um aparelho de solda.

Após essa vistoria,mais um motim foi iniciado pelos presos,que quebraram 05 cadeados de celas,queimaram colchões,danificaram objetos e promoveram desordens.Corpo de Bombeiros foi acionado conseguindo debelar as chamas e os agentes e policiais mobilizados mais uma vez.O delegado Dr. Gregório assumiu a negociação com os presos,terminando com sucesso.Ele ficou de levar todas as reivindicações diretamente ao Ministério Público e ao poder judiciário.05 presos foram conduzidos a Delegacia para um procedimento,TCO,por conta dos fatos registrados.Os presos pedem melhor atendimento a eles e aos familiares,por parte de alguns agentes e melhorias na comida e em parte da estrutura da cadeia pública.Atualmente a cadeia pública de Tauá tem 68 presos no regime fechado e mais 18 no regime semiaberto.